#ÚltimasNotícias

Apiaí adere à campanha “Vacina Contra a Fome”

Entrega voluntária de alimentos pode ser feita nas unidades de Postos de Saúde dos bairros e no Centro de Saúde.

A Prefeitura Municipal de Apiaí, através da Secretaria Municipal de Promoção e Assistência Social e Centro de Referencia de Assistência Social-CRAS em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde confirmou a participação na campanha “Vacina Contra a Fome”, do governo do estado. O objetivo principal é promover uma grande mobilização para arrecadar alimentos que serão destinados as famílias que são atendidas e acompanhadas pelo CRAS, as quais encontram-se em situação de vulnerabilidade social e insegurança alimentar, no Município.

As pessoas na faixa etária de vacinação contra a covid-19 podem participar de FORMA VOLUNTÁRIA E OPCIONAL e fazer a doação de alimentos não perecíveis, tais como arroz, feijão, macarrão ou qualquer alimento da Cesta Básica, no posto de saúde mais próximo de sua residência, no Centro de Saúde, pontos da campanha de imunização contra o coronavírus.

A campanha em Apiaí iniciou-se no ultimo sábado (10/04) e só neste dia através da imunização de professores e funcionários da educação foi possível arrecadar 205 kilos de alimentos não perecíveis. Vale destacar que o Município prestará contas semanalmente ao governo de Estado, o qual está acompanhando e fiscalizando a quantia e destinação dos produtos.

O Prefeito Interino Ricardo Assis e o Secretário de Assistência Social designado Sr. Cleiton Constantino, agradecem em nome das famílias e usuários que serão beneficiados através destas doações, e também à todos os doadores e voluntários desta campanha, ao Secretário de Saúde Sr. Ricardo Leão e a Sra. Tatiele Orlando e toda equipe de Saúde, assim também como a Sra. Rosa da Silva e toda sua equipe e demais profissionais do SUAS _Sistema Único de Assistência Social envolvidos nesta bela Campanha.

O nosso DEUS LHE PAGUE !!! a todos (as) cidadãos que doaram ou que ainda podem doar e colaborar com a Campanha “Vacina Contra a Fome”, que continua até julho de 2021, diz o Prefeito.

Vale lembrar, não é obrigatório, é opcional. finaliza Cleiton Constantino.

 

 

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp