Atividades culturais estimulam crianças, jovens e idosos no bairro Lageado, em Apiaí

Publicado em 16 de maio de 2019
CompartilheShare on FacebookTweet about this on Twitter

Um dia por semana, com café da manhã e atividades. É dessa forma que algumas crianças, adolescentes e idosos passam, o período da manhã, no bairro Lageado, em Apiaí. Dias como esse são preparados pelas funcionárias e pela coordenadora do Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), Rosa Maria da Silva. Essa é uma unidade de atendimento oferecida pela Secretaria de Promoção e Assistência Social do município, que tem como responsável a Secretária Vanessa L. Polaczek.

O dia começa com demonstrações de carinho e afeto, orações e um belo café da manhã. A alimentação precisa ser consistente porque a manhã promete ser intensa. Na última quarta-feira (15), a atividade aconteceu na Organização Sociedade Esportiva América, com exercícios e danças para os jovens e idosos, e brincadeiras de bola e parque para as crianças. A atividade de dança é ministrada pela professora Daniele de Paula, enquanto as demais são organizadas pela coordenadora do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), Débora Ferraz e pela orientadora social, Suzana Nagy.

Atividades como essa são oferecidas desde 2017 no bairro que aceita essa oportunidade. Sempre que possível, novas atividades são implantadas, os atendidos já participaram de oficinas de artesanato, capoterapia, zumba e palestras. Isso acontece nas áreas de maior vulnerabilidade social e o objetivo de projetos como esse é fortalecer a convivência dessas pessoas com a família e com a comunidade.

Essas pessoas participam semanalmente de atividades artísticas que tem o intuito de desenvolver situações desafiadoras com estímulo e orientação. “O programa visa prevenir situações de risco social, fortalecer vínculos sociais e familiares, ampliar momentos de troca e vivências e incentivar a socialização através de atividades que são oferecidas no CRAS”, comenta a coordenadora do SCFV, Débora Ferraz.

Ações como essa buscam também a inclusão e o desenvolvimento desse público, por meio de campanhas, eventos, palestras e diálogo o que ajuda a comunidade na construção de soluções para o enfrentamento de problemas comuns como violência, falta de acessibilidade, ausência de espaços de lazer e outros.

Assessoria de Imprensa