“A gente tem mania de achar que oportunidade é só para os grandes”, diz mulher que se tornou empreendedora em Apiaí

Publicado em 5 de junho de 2019
CompartilheShare on FacebookTweet about this on Twitter

Café e costura, quem diria que dois negócios distintos resultariam em sucesso? É dessa forma que vive Márcia França, moradora do município de Apiaí que aos trinta e sete anos decidiu arriscar ao abrir um comércio no centro da cidade. O espaço foi inaugurado em janeiro deste ano e já é visto como exemplo de empreendedorismo por meio da cultura e do turismo local.

Essa iniciativa partiu, segundo a comerciante, do 1º Fórum de Turismo que aconteceu no dia 30 de novembro do ano passado e contou com a participação de artesãos, empresários, jipeiros e representantes de diversas cidades da região. Essa atividade consistiu em auxiliar as pessoas sobre empreendedorismo e geração de renda por meio do turismo, orientando sobre maneiras de obter recurso através dos programas do Governo Federal e conscientizando sobre a importância do turismo nos municípios.

Em menos de dois meses do Fórum, Márcia inaugurou o “Café com Costura” um espaço localizado na rua Joaquim Elizário de Campos nº210/B. “Eu tinha medo no começo, de não ser reconhecida e principalmente de não conseguir pagar o aluguel, então pensei em montar o café, porque os salgados me auxiliam nas despesas e minha costura ajuda a divulgar meu trabalho. É uma proposta diferente, é um negócio bem integrado e está sendo bem visto pelas pessoas”, afirma.

O local é dividido em duas partes, na frente a exposição de salgados e pães e no fundo o espaço da costura com a máquina, tecidos e materiais produzidos, ao lado direito há a exposição de produtos feitos por outras artesãs que servem para divulgar a cultura local. Segundo Márcia, a participação no fórum expandiu as ideias de como empreender, o que de forma positiva, resultou no espaço que tem hoje. “A participação no fórum foi muito proveitosa, abriu a minha visão para o mercado, tive conhecimento de coisas que eu nem sabia que era possível. A gente tem mania de achar que a oportunidade é só para os grandes, e tem medo, mas quando eu tive acesso às informações do fórum, percebi que a gente não precisa ser grande para empreender”, comenta.

Hoje, Márcia é exemplo em determinação e criatividade, montou um espaço que atrai clientes pela necessidade de materiais sob costura e pela comida. Além disso, a comerciante vem recebendo convites para palestrar em diversos lugares do Estado e também do país, consequência de um medo que foi deixado de lado para poder realizar um sonho e empreender. “Eu aconselho as pessoas a arriscarem mais, a aproveitarem as oportunidades e ir atrás de conhecimento. Há cursos gratuitos e muitas formas de ir além para conquistar o que deseja”, aconselha Márcia.

O Fórum de Turismo faz parte do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) do Ministério do Turismo e conta com o apoio da prefeitura municipal. A segunda edição está prevista para acontecer no dia 12 de agosto com a coordenadora de Mapeamento e Gestão Territorial do Turismo, Ana Carla Moura. Atividades como essa visam o desenvolvimento do turismo através das mãos dos moradores, proporcionando melhor qualidade de vida, geração de renda e oportunidade de progresso para todos.

Assessoria de Imprensa