Prefeitura reforça a importância da vacina contra febre amarela

Publicado em 8 de fevereiro de 2019
CompartilheShare on FacebookTweet about this on Twitter

A prefeitura de Apiaí, por meio da Secretaria de Saúde, reforça a importância da vacina contra febre amarela. Até o momento, 57% da população está imunizada, no entanto, o objetivo dos profissionais de saúde é que pelo menos 90% da cidade sejam vacinados. Isso porque, assim como outras doenças arboviroses, as quais são transmitidas por mosquitos como dengue, zika e chikungunya, a febre amarela pode causar dores musculares, nos olhos, febre, mal estar e até morte.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Isabela Coscia, essa vacina é importante porque previne que as pessoas fiquem sujeitas ao risco. “Você tem uma doença grave que pode ser prevenida com a vacinação, por que eu preciso ficar sujeita a uma doença grave se eu posso evitá-la? Você toma uma vacina, espera dez dias e já pode fazer suas atividades com total segurança e tranquilidade, sem risco algum”, explica.

Com dose única, a vacina contra febre amarela está disponível em todas as unidades de saúde de Apiaí. Os atendimentos estão sendo realizados na unidade do Centro na segunda, quarta e sexta-feira, na unidade de Pinheiros na segunda e quarta-feira, na unidade do distrito do Lageado toda segunda-feira, no Palmitalzinho toda terça-feira, no Alto da Tenda terça e quinta-feira, no bairro Caximba segunda-feira, Palmital na terça-feira, no Encapoeirado na sexta-feira e em Cordeirópolis toda quarta-feira. O atendimento acontece das 7h30 às 12h30 em todas as unidades de saúde.

Para receber essa vacina é de extrema necessidade que o paciente leve um documento com foto e a carteirinha de vacinação. Crianças abaixo de seis meses, idosos, gestantes e mulheres em aleitamento são contraindicadas a tomar essa vacina.

Intensificação

No primeiro sábado de fevereiro (2), a Secretaria da Saúde promoveu um mutirão para intensificar a imunização na cidade. O objetivo foi acelerar o processo e dar oportunidade para os moradores que tiveram dificuldades em procurar uma unidade de saúde nos dias de vacinação. No mesmo dia, profissionais da saúde realizaram atendimento noturno na Unidade de Saúde do distrito do Lageado.

Essa iniciativa partiu do próprio município, que por meio da Secretaria da Saúde, identificou a necessidade de atender um maior número de pessoas e prevenir a doença.

Assessoria de Imprensa – Malu Martins