Unidades de Saúde realizam campanha em combate às hepatites virais

Publicado em 11 de julho de 2019
CompartilheShare on FacebookTweet about this on Twitter

As Unidades Básicas de Saúde de Apiaí estão promovendo ações para intensificar o combate das hepatites virais no município. A “Campanha Julho Amarelo” tem como objetivo identificar a doença logo no início e encaminhar o paciente para tratamento especializado e obter a cura. Para isso, as unidades de saúde estão trabalhando com testes rápidos para detectar a doença.

As hepatites virais são consideradas doenças silenciosas e são causadas por vírus tipo A, B, C, D ou E que prejudicam o fígado e podem levar à cirrose, câncer e até a morte do paciente. Em Apiaí, a campanha está voltada principalmente para detectar a hepatite C. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Isabela Coscia, é necessário que a doença seja identificada o quanto antes. “É uma doença de gravidade que se você tiver um diagnóstico precoce você tem chance de cura, se você não tiver, ela pode levar ao câncer de fígado e a necessidade de transplante”, comenta a coordenadora.

Por ser considerada uma doença silenciosa, é muito comum que uma pessoa seja portadora do vírus e não saiba, segundo a coordenadora. A doença pode ser identificada em algum paciente que fez alguma cirurgia, transfusão de sangue, transplante ou uso de seringas não descartáveis.

Os sintomas da doença são pele e olhos na cor amarela, urina escura, enjoo, náuseas e fezes claras, mas apenas um exame pode detectar o tipo de vírus presente no paciente. Para isso, é muito importante que todos se dirijam até uma Unidade Básica de Saúde e façam o teste de detecção que é sigiloso e seguro, ele é o primeiro passo para cura. Caso positivo, os profissionais encaminham o paciente para tratamento especializado nas unidades que são consideradas referência na região.

Assessoria de Imprensa